São Roque ( 1327)

Dia do Santo: 16 de Agosto

Quando na idade de vinte anos, perdeu os pais, dispôs da rica herança, distribuindo todos o bens moveis entre os pobres. Os bens imóveis ficaram entregues aos cuidados de um tio. Roque, em condições de pobre peregrino, dirigiu-se a Roma, la se ofereceu para ajudar nos hospitais com muitos doentes da peste.

De Aguapendente na Toscana seguiu para Cesena e Rimini e por toda parte onde aparecia, ia diminuindo a peste, como se está terrível epidemia fugisse com a chegada do Santo. Ele curou a todos com apenas um sinal da cruz nos doentes e foi para Modena, Parma e Mantua onde ele repetiu os milagres.

Roque contraiu uma doença e aceitou como uma graça especial divina. Foi para um bosque para não ocupar uma cama no hospital . Todos os dias um cão trazia-lhe pão que tirava da mesa do dono. Seu dono descobriu e conheceu Roque e se converteu. Depois ficou curado. Ao chegar na sua terra não foi reconhecido e foi preso como espião. O próprio tio, que exercia o cargo de juiz, sem reconhecer o sobrinho, condenou-o a prisão. Roque aceitou essa humilhação, sem protesto algum e sofreu muitas injustiças, oferecendo-as a Deus pela salvação de sua alma.* Ficou cinco anos detido. Morreu no cárcere, um dia apareceu morto na cela e seu primeiro milagre pós morte foi o de curar o seu carcereiro que era manco de nascença e sarou ao tocar com pé em São Roque para se estava dormindo ou morto.

Por intercessão de São Roque muitas cidades foram poupadas da peste.

*Repare que ele aceitou a humilhação mesmo não sendo culpado, assim como foi Jesus na Cruz.

Fonte: Fonte: Na luz Perpétua, 2ª.  ed., Pe. João Batista Lehmann, Editora Lar Católico - Juiz de Fora - Minas  Gerais,  1935


Data: 04/03/2011

Este artigo foi útil?
Sim Não

Siga o Twitter do site
Envie por email, adicione aos favoitos, imprima e compartilhe com outras redes sociais:
-->

Faça comentários:


  Sobre o site | Mapa do site | Ajude o site | Contato | 2011 - Site Católico e Apostólico Romano. Criado em 2005