Santa Maria do Egito - Ano 304

Dia da Santa: 2 de Abril

Maria teria começado a sua vida no Egito, era linda e teria sido uma prostituta com 17 anos de idade e era cínica e totalmente desencantada da vida e detestava o dinheiro. Na verdade ela não amava a nada. Um dia ela, por curiosidade e para continuar a saciar suas paixões mundanas se uniu a um grupo de peregrinos para conhecer Jerusalém. Também os acompanhou a visita ao santuário por mera curiosidade. Tendo chegado à porta da Igreja, Maria viu-se levada pelas gentes que iam encher o santuário, mas se viu detida por uma força invisível que não conseguia entrar um passo a frente, ao passo que as outras pessoas entravam normalmente no santuário. Claramente apresentou-se-lhe o pensamento: “Teus pecados te tornam indigna de pisar em lugar santo, ver o santo Lenho (Cruz) e comparecer na presença d Deus” Profundamente abalada escondeu-se em um canto da Igreja e chorou amargamente.
Descobriu por lá uma imagem da Virgem Maria e veio-lhe a memória que Maria é chamada de refugio dos pecadores. Prostando-se por terra pediu a Maria auxilio e prometeu emendar a vida e fazer penitencia até a morte. Após esta declaração veio-lhe paz na alma e tentou entrar novamente no santuário e conseguiu normalmente.
E Maria orientou-lhe onde fazer penitencia, fez a confissão e passou dezenas de anos em obras de penitencia. Algumas vezes se via tentada a voltar a vida de pecado, mas a Virgem Maria sempre dava a ela a fortaleza que precisava. Ela não sabia ler, mas recebia dos anjos a instrução da fé cristã.
O abade Zosimo viu a andar sobre as águas do rio (rio Jordão).


Data: 04/03/2011

Este artigo foi útil?
Sim Não

Siga o Twitter do site
Envie por email, adicione aos favoitos, imprima e compartilhe com outras redes sociais:
-->

Faça comentários:


  Sobre o site | Mapa do site | Ajude o site | Contato | 2011 - Site Católico e Apostólico Romano. Criado em 2005