Terceiro Segredo de Fátima pelo Padre Leo Persch

"Eis que estarei convosco todos os dias
até o Fim dos Tempos". ( Mt 28, 20 )

Nos dias 13/05/2000 e 26/06/2000 foram divulgadas informações parciais sobre o terceiro segredo de Fátima. O manuscrito da confidente Irmã Lúcia, redigido em 1944, abrange um total de 43 páginas das quais somente 4 (quatro) foram divulgadas, cujo conteúdo afeta diretamente a pessoa do Papa João Paulo II. Ficamos na expectativa da divulgação das restantes 39 páginas, com os conteúdos que já foram abordados, em diversas ocasiões, pelos papas João XXIII, Paulo VI, e, nomeadamente, pelo próprio João Paulo II. Em toda a sua extensão, o documento fala sobre as grandes profecias da Bíblia:

1-     O afastamento e morte de Bento XVI (achavam antes ser João Paulo II o da época do anticristo), a posse do ímpio, o anticristo

2-     A grande tribulação (Apocalipse);

3-     A grande purificação da humanidade e de toda a criação;

4-     A nova evangelização em todo o mundo em testemunho a todos os povos;

5-     A nova criação (novo céu e nova Terra);

6-     A vinda gloriosa de Jesus (Parusia);

7-     A civilização do amor e da paz no terceiro milênio.

Com exceção do trágico afastamento e morte de João Paulo II, nada mais consta nas 4 páginas do texto que foi publicado. Numa atitude injustificável, a mídia declarou que se trata, nessas 4 páginas, da "íntegra do terceiro Segredo de Fátima" - o que é inadmissível.

Além disso, forças sinistras estão inculcando que todo o terceiro segredo já aconteceu no dia 13 de maio de 1981, o que é um absurdo, porque implica em flagrante contradição com as 4 páginas que foram publicadas. Naquele dia fatídico do atentado contra o Papa não aconteceu nada daquilo que foi publicado sobre o terceiro segredo. O Papa "não caminhou por uma cidade em ruínas"; "não encontrou cadáveres de mártires da fé"; "não veio escoltado por soldados com armas de fogo e flechas"; (Nota: ali estava apenas um pistoleiro contratado, Ali Agca); "não subiu uma montanha acompanhado por uma multidão de fiéis", "não apareceu no alto do monte uma tosca cruz de madeira, perante a qual o Papa se ajoelhou e rezou pelos que morreram mártires"; "o Papa não foi morto sob o disparo de armas de fogo e flechas pelos soldados"; "o grupo de soldados não matou ali vários bispos, padres e religiosos, juntamente com numerosos fiéis, de diversas posições sociais".

Apesar da total contradição entre os fatos de 1981 e a profecia de Fátima, o mundo ficou fascinado com a engenhosa interpretação de que a profecia do terceiro segredo já se cumpriu. Sabemos - e todos o reconhecem - que já se cumpriram o primeiro segredo (anúncio da 2ª guerra Mundial) e o segundo (sobre a ascensão e queda do comunismo), ambos publicados em 1929. Ora, a queda do comunismo e a conversão da Rússia aconteceu em 1991, e agora, no ano 2000, um público, como que hipnotizado pela mídia, engoliu o anúncio de que o terceiro segredo já aconteceu 10 anos antes do segundo segredo. E isso num único dia. "Nos tempos finais - diz a Bíblia - os homens não mais suportarão a doutrina da salvação,... afastarão os ouvidos da verdade para acreditar em fábulas" (2 Tm 3 - 4).

Bem antes das aparições em Fátima, São Pio X (papa, 1903 - 1914), tomando conhecimento de várias mensagens de Maria sobre o desenlace trágico de um papa futuro, exclamou: "Por ventura serei eu, ou será um de meus sucessores?". O terceiro segredo de Fátima não é novidade, já anunciado desde de séculos por videntes e desde de milênios pela Bíblia.

Os dois primeiros segredos se cumpriram praticamente "ao pé da letra", com clareza meridiana. Ao passo que no atentado de 1981 tudo foi diferente da letra do terceiro segredo. Por isso o terceiro segredo não aconteceu. Somente acontecerá quando um novo atentado for desferido contra o papa, levando-o até a morte.

O terceiro segredo de Fátima se cumprirá ao pé da letra, bem como todas as profecias da Bíblia (isto é, todos os Profetas, vários Salmos, o Evangelho, as Cartas e o Apocalipse ). Os últimos papas muito falaram a respeito, conforme vimos. Um claríssimo resumo se encontra em quatro versículos de Zacarias:

Zc 13, 7 - trata da deposição do Papa João Paulo II: "Espada, levanta-te contra o meu Pastor, meu valoroso companheiro - oráculo do Senhor dos Exércitos...". A posse do anticristo consta em Ap 6, 1-2.

Zc 13, 8 - resume em poucas palavras o Apocalipse, aquilo que a Bíblia denomina "a maior tribulação de todos os tempos": "Em toda a terra - oráculo do Senhor - dois terços dos homens perecerão, e um terço sobreviverá."

Zc 13, 9 - descreve a "grande purificação dos sobreviventes", que "lavarão suas vestes no sangue do cordeiro" (Ap 7, 14).

Zc 14, 5 - anuncia "o grande e glorioso Dia do Senhor" , que "virá com todos os seus santos" , e com Ele o reino de Deus em todo o mundo.

"O terceiro segredo já está todo nas mensagens da Bíblia", como foi dito várias vezes por diversas autoridades da Igreja.

Já anunciamos que o fumo de satanás bloqueia cada vez mais o Vaticano, até o dia em que vai explodir em cheio contra o "Corpo místico de Cristo" , que é a "sua Igreja". Seu alvo principal é o papado. Paulo VI experimentou em cheio e na própria carne este veneno satânico, João Paulo I foi sua vitima fatal e João Paulo II seu eterno perseguido, com atentados, obstruções e campanhas de difamação, até chegar a hora fatal de seu doloroso e glorioso desenlace. A perversidade dos ímpios descarregará todo o seu furor contra os cristãos, conforme o terceiro segredo e a Bíblia, "quando a força do povo santo for inteiramente reprimida" (Daniel 12, 7), bem como Ap 6, 7- 8, "sobre a quarta parte da terra" . No Evangelho as provas estão em Mt 10, 17-23; Mc 13, 9-13; Lc 21, 12-19; Jô 16, 2-4 etc...

Ali Agca, que tentou assassinar o papa em 1981, foi perdoado pelo papa poucos dias depois. A pedido do mesmo papa, o governo da Itália, após 19 anos de prisão, também concedeu o perdão, remetendo o réu para a Turquia. Durante a longa prisão, Ali Agca foi informado sobre várias partes do terceiro segredo de Fátima e as grandes profecias da Bíblia. Sinceramente arrependido, fez vários pedidos em favor da sua libertação, alegando inocência, porquanto dizia que "o próprio Vaticano organizou esse ataque contra o seu papa". (Nota do autor: Não se trata do Vaticano como um todo, mas do fumo de Satanás ali infiltrado). (Veja pgs 12-13).

Isso foi divulgado por ele no dia 10/07/2000, na saída do tribunal de Istambul. Acusou os mandantes do crime de "traição contra a Bíblia, contra Cristo e contra Deus". Em defesa do papa aconselhou: "Meu querido irmão João Paulo, deixe seu posto, volta para a Polônia. Você é uma boa pessoa, mas não pode ser chefe do Vaticano, que é um depósito de lixo da história e o quartel general do diabo".

O Papa sabe perfeitamente que Deus lhe deu a missão de não se afastar do Vaticano para "retardar a manifestação publica do anticristo" (2 Tes 2,7) e com isso "abreviar os dias da grande tribulação (em beneficio de toda a humanidade), porque do contrário não se salvaria um só homem" (Mt 24, 22; Mc 13,20), (Ver pg. 55).

Com a derrubada do Papa João Paulo II (o que faz mais de vinte anos vem sendo tramado pelas forças sinistras instaladas no Vaticano), aquele "ímpio - que é o anticristo - se manifestará publicamente ao mundo" usurpando o trono de São Pedro (2 Tes 2,4). Como indisfarçável encarnação de Satanás (Ap 13, 2), ele vai desencadear a grande "rebelião universal dos povos da Terra, contra Deus e seu Cristo", conforme anuncia todo o salmo 2 e todo o capitulo 13 do Apocalipse.

Outro grande triunfo de Satanás é confundir a Parusia, a Vinda Gloriosa de Cristo, com o Fim do Mundo. O maligno conseguiu injetar mais este veneno na opinião da maioria dos cristãos e como é custoso convencê-los da falsidade desse lamentável equívoco. Encarecemos a necessidade urgente de retorno ao sentido original da Bíblia, dos Apóstolos e dos primeiros Cristãos, para não se tornarem vitimas de uma fatal desilusão. Aguardamos, isso sim, o fim do príncipe deste mundo (Ap 20, 1-3), de "Satanás e os espíritos malignos, que andam pelo mundo para a perdição das almas" (Leão XIII). Esperamos a "Nova Criação" (Mt 19, 28), a "Restauração universal" (At 3, 20-21), o Novo Mundo que há de vir, que é "o Novo Céu e a Nova Terra" (2 Pd 3, 13; Ap 21, 1), e "o Glorioso Terceiro Milênio" . É disso que fala o terceiro segredo de Fátima, os Papas do século passado e principalmente todos os Papas do século XX. Com o esplendor da Vinda Gloriosa de Jesus, este mundo caduco e satânico vai terminar, e a nova criação feita por Deus vai começar. Por isso, já desde quase dois mil anos sempre rezamos: "Venha a Nós o Vosso Reino", e desde 1969 pedimos nas orações Litúrgicas e em todas as Missas: "Vinde, Senhor Jesus - esperamos a Vossa Vinda Gloriosa" . Amém.

 Pe. Léo Persch


Data: 12/03/2011

Este artigo foi útil?
Sim Não

Siga o Twitter do site
Envie por email, adicione aos favoitos, imprima e compartilhe com outras redes sociais:
-->

Faça comentários:


  Sobre o site | Mapa do site | Ajude o site | Contato | 2011 - Site Católico e Apostólico Romano. Criado em 2005