Importância do apostolado da Oração

O Papa Pio XI chamou o Apostolado da Oração de “Exército todo-poderoso e o mais potente de todos os apostolados”.

Vamos, então, à descrição desses valentes, desses destemidos, desses heróis.

O Padre Gobbi estava na Holanda, esperando ansioso a chegada de uma aeronave, que trazia em seu bojo – segundo Nossa Senhora – alguns dos mais valentes e destemidos membros do Seu Exército.

Eis que ocorre a aterrisagem; é descida a escada e descem por ela, com enorme dificuldade, três figuras trêmulas de sacerdotes: um, semi-paralítico, apoiando-se nos ombros de um surdo e esse, por sua vez, dando a mão a um cego.

Estupefato, o Padre Gobbi a Nossa Senhora: “É esse, Mãe, o Seu glorioso Exército?!!!”
- Sim, esse mesmo, Meu filho, esses são os Meus vencedores que continuarão vencendo!!!”
(narrado de memória, com minhas próprias palavras – Hugo).

Em 1964, no Brasil, a revolução comunista foi vencida por uma plêiade de mulherzinhas idosas e encarquilhadas que desfilaram rezando o terço em praça pública.

Fato confirmado pelos próprios comunistas numa irradiação indignada, em português, de Moscou e captada por um santo sacerdote: “Camaradas do Brasil! Vocês são uns tontos, imbecis, covardes, que fugiram de um mísero grupo de mulherzinhas rezando o terço” (com palavras semelhantes era iniciada e prosseguia a irradiação).

\"Vede, irmãos, o vosso grupo de eleitos: não há entre vós muitos sábios, humanamente falando, nem muitos poderosos, nem muitos nobres\". (1Cor 1,26)

\"Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se julga sábio à maneira deste mundo, faça-se louco para tornar-se sábio,\" (1Cor 3,18)

\"Meus irmãos, não haja muitos entre vós a se arvorar em mestres; sabeis que seremos julgados mais severamente,\" (Tg 3,1)

\"Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre com um bom proceder as suas obras repassadas de doçura e de sabedoria\". (Tg 3,13)

\"Não vos deixeis levar pelo gosto das grandezas; afeiçoai-vos com as coisa modestas. Não sejais sábios aos vossos próprios olhos\". (Rm 12,16)
Agora, voltemo-nos para os nossos Centros de Apostolado: Igualmente um grupo de velhinhas encarquilhadas, mas firmes, heroínas [1] que resistiram quando uma onda de iconoclastras – entre eles sacerdotes – tudo fizeram para retirar as imagens da igreja, as fitas, as bandeiras do Apostolado e arrancaram das mãos que o rezavam, o Santo Terço. E que, ainda agora lutam  e esperneiam para suprimir os nossos atos exteriores de adoração a Jesus Sacramentado! O nosso TESTEMUNHO externo de uma fervorosa adoração interna!

“Se, porém, todos profetizarem, e entrar ali um infiel ou um homem simples, por todos é convencido, por todos é julgado; os segredos do seu coração tornam-se manifestos. Então, prostrado com a face em terra, adorará a Deus e proclamará que Deus está realmente entre vós.” (1 Cor 14,24-25). Sim, se todos profetizarem será manifesto como devemos adorar ao nosso Deus Eucarístico: “Prostrados com a face em terra, proclamando que Deus está realmente entre nós”!!!

Heroínas, talvez ainda um tanto desorientadas porque os Sacerdotes responsáveis não as instruem de que o Apostolado da Oração não é isso – um grupo fechado – mas deve atingir – ORIENTAÇÃO DE ROMA! – toda a paróquia – todos os membros da paróquia, todas as suas Associações [2] – nem sempre com a íntegra do nosso Oferecimento, mas ao menos com um resumo do mesmo; e que compreendam todos que numerosos cânticos de Ofertório da Santa Missa o exprimem, mas o problema é transferir esse OFERTÓRIO para as 24 horas de cada dia e essa é a Missão do Apostolado da Oração! TODOS OS MEMBROS DA PARÓQUIA, todos os HOMENS, pois, erradamente, o Apostolado se configurou como Associação feminina!

Enquanto não corrigirmos essa tremenda falha, continuará a queixa do Redentor:

 “Eu procurei entre eles um homemque se interpusesse como uma sebe e lutasse          contra Mim em favor desta terra para Eu não a destruir; e não o encontrei.” [3]

Pesquisa de Hugo Ferreira Pinto, fone (11) 5572-9090 – e-mail hugoap@terra.com.br


1. Quem  as  enfrenta  não  sabe  com  quem  está  se  metendo: são mais temíveis que as mulheres “religiosas” (???) que expulsaram Paulo e Barnabé da cidade: \"Mas os judeus instigaram certas mulheres religiosas da aristocracia e os principais da cidade, que excitaram uma perseguição contra Paulo e Barnabé e os expulsaram do seu território\". (At 13,50)

2. Nesse sentido, “deve esforçar-se (o Presbítero), pela palavra e ação apostólica SUA E DA COMUNIDADE ECLESIAL, para que TODA ATIVIDADE TEMPORAL adquira seu pleno sentido de LITURGIA ESPIRITUAL, incorporando-a vitalmente na celebração da Eucaristia.” (Documentos de Medellín, Sacerdotes – aprovados, é claro, pelo Vaticano!).

3. “Et quaesivi de eis virum, qui interponeret saepem et staret in confractione contra me pro terra, ne dissiparem eam, et non inveni.”  (Ezequiel 22,30).



Este artigo foi útil?
Sim Não

Envie por email, adicione aos favoitos e compartilhe com outras redes sociais, com esse serviço seguro e conhecido:
Faça comentários:
  Sobre o site | Mapa do site | Ajude o site | Contato | 2011 - Site Católico e Apostólico Romano. Criado em 2005