Quem tem medo não tem fé

Perguntei a Miriana* o que havia de mais importante para transmitir em minhas conferências. Antes mesmo de refletir, saiu-lhe dos lábios esta resposta: "Dá-lhes a esperança! Mostra-lhes o amor!" Evocando alguns dos fardos e problemas das pessoas no Ocidente, chamou minha atenção a epidemia de medo que hoje afeta muitos corações. Sabemos bem que Miriana, como os outros cinco videntes, recusa "adocicar a pílula" quando se trata de transmitir as palavras exigentes da Virgem. Apesar disso, nessa manhã Miriana surpreendeu-me quando disse: "Quem tem medo não tem fé". À primeira vista, estas palavras parecem duras. Mas, refletindo nelas, vemos que oferecem boas razões para nos alegrarmos e esperarmos. É muito simples: quanto mais nos apegarmos a Jesus, menos medo teremos. Quanto mais nos aproximamos de Deus, mais o medo se afasta de nós. Devemos verdadeiramente colocar na cabeça que o medo e o amor são incompatíveis. Onde há amor o medo está ausente, e, como Deus é puro amor, o amor verdadeiro expulsa o medo.

Miriana recordou-me essa maravilhosa mensagem recebida nos anos 80: "Aqueles que têm Deus por Pai para sua família, que Me têm por Mãe, e que fazem da Igreja sua casa, nada têm a recear do futuro, nada a temer dos segredos" . Que estas palavras estejam bem enraizadas em todos os lares! Gosto muito da maneira como S. Paulo resume isto: "Se Deus é por nós, quem será contra nós?" (Rm 8, 31).

De fato, o único medo que devemos permitir entrar em nosso coração é o medo de estarmos separados de Deus (pelo pecado grave e rejeição da misericórdia). Estarmos separados de Deus é o único desastre verdadeiro. Nossa Senhora enfatiza: "Peço-lhes, não permitam que Eu derrame lágrimas de sangue por causa das almas que se perdem no pecado" (22.03.84)

Depois destes conselhos sobre o medo, Miriana continuou, dizendo com convicção: "Sabes, nada há que não possamos obter com a oração e o jejum . Às vezes, as pessoas perguntam-me: 'Miriana, que posso fazer, nesta situação, além de rezar?' Perguntam isso porque ainda não perceberam o grande poder da oração! Por que deveríamos procurar outro meio se já temos o maior e mais poderoso? Nosso esforço deveria consistir em rezar melhor, em rezar mais, tendo mais confiança em Deus que nos conduz como um pai faz com seus filhos! Esta confiança não deixa qualquer lugar para o medo. É ela que torna nossa oração poderosa".

Ouvindo isto, decidi permanecer vigilante: quando os medos se infiltrarem em meu coração, mergulharei imediatamente na oração, em vez de deixar funcionar minha imaginação.

Miriana acrescentou: "São muitos os peregrinos italianos que me perguntam: 'Miriana, por que Nossa Senhora pede isto ou aquilo em Suas mensagens?' Ora, nós, os videntes, nunca Lhe perguntamos por quê, pois sabemos que nossa vida está nas mãos de Deus".

Ir. Emmanuel

*uma das videntes de mediugórie



Este artigo foi útil?
Sim Não

Envie por email, adicione aos favoitos e compartilhe com outras redes sociais, com esse serviço seguro e conhecido:
Faça comentários:
  Sobre o site | Mapa do site | Ajude o site | Contato | 2011 - Site Católico e Apostólico Romano. Criado em 2005